Pesquisa do Linkedin mostra desafios do RH para 2016

Por 10 dezembro, 2015 Notícias Sem comentários
Compartilhe:

Pesquisa do Linkedin mostra desafios do RH para 2016A retenção de funcionários foi apontada como a principal preocupação do RH das empresas brasileiras, de acordo com um estudo publicado pelo Linkedin Talent Solutions em novembro. Do total de 231 recrutadores entrevistados, 42% acreditam que o assunto deve ser prioridade máxima para os próximos 12 meses.

Novos desafios
O desafio é grande, especialmente porque o contexto econômico atual não é favorável. Segundo o estudo, o volume de contratações caiu significativamente durante o ano, enquanto os orçamentos estão um pouco menores. Com o alinhamento dessas duas variáveis, já se pode dizer que as empresas estão com dificuldades de crescimento.

Força de trabalho
“Para continuar à frente, é importante ouvir e cuidar da sua força de trabalho”, recomenda Purnima Kumar, diretora da Talent Acquisition da Accenture. “Há muitos programas desenhados para engajar, desenvolver e reter talentos. É preciso ser apaixonado pelos colaboradores e comprometido em possibilitar crescimento e sucesso”, reforça.

Atualização de modelo
Um dos programas, segundo o Linkedin Talent Solutions, pode envolver promoções internas – que, surpreendentemente, não figuram na lista de prioridades das empresas brasileiras. Como o momento pede mais atenção, a tendência mostra que as empresas que ainda dependem, em ampla maioria, de redes de profissionais e a busca por candidatos passivos para vagas, precisam atualizar seus modelos para reter talentos.

Promoções internas
“Enquanto a retenção de funcionários tira o sono dos gestores, as promoções internas (que ajudam a manter funcionários na empresa) nem aparecem como prioridade. Além disso, menos de um terço faz promoção interna”, alerta o estudo, que também constata: como não é prioridade, não há estrutura definida para promoções internas.

Desta forma, a maioria dessas promoções ainda acontece caso a caso no Brasil, com poucos programas definidos. Por isso, o estudo ainda recomenda que recrutadores formalizem o processo de promoção interna e mantenham contato próximo com os candidatos após a contratação para mantê-los ativos na indicação de futuros colaboradores.

Indicações
Muitos já deram o primeiro passo: o estudo mostra um crescimento nas indicações de colaboradores para novas contratações. Para tanto que, 32% dos gestores de RH entrevistados consideram programas em que colaboradores indicam novos colaboradores como principal fonte de contratações de sucesso.

“Os candidatos estão mais dispostos a ouvir sua própria network e seus amigos. Nossos funcionários são os mais indicados para dizer como é trabalhar aqui. Por isso, as indicações de colaboradores são um passo à frente no diálogo que dificilmente teríamos”, explica Steve Klingensmith, recruiting manager da Booking.com.

E você, como vê essa tendência para 2016? Consulte a nossa equipe para saber quais são as estratégias mais indicadas para o seu negócio e siga a nossa página no Linkedin.

Deixe uma mensagem

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Receba nossa newsletter