Terceirização de produção: vantagens e desvantagens

Compartilhe:

terceirização prod

Muito além da redução de custos, a terceirização pode facilitar investimentos em tecnologia e garantir competitividade para o negócio

Contratar serviços terceirizados é uma estratégia usada há décadas no mercado, com origem na época da Segunda Guerra Mundial. Desde aquele período, a terceirização de fases de produção tornou-se um imperativo de acelerar processos, investir em tecnologia e garantir competitividade especialmente nas épocas turbulentas da Europa. Grandes empresas aproveitaram isso parar ganhar um enorme know-how.

Realidade brasileira

Hoje, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 69,7% das empresas industriais brasileiras – de transformação, extrativas ou construção civil – utilizam serviços terceirizados e 84% querem mantê-los ou ampliá-los nos próximos anos.

Vantagens e desvantagens

Quando o processo de terceirizar serviços é feito de forma responsável e bem planejada, oferece mais vantagens que desvantagens. Para conhecer um panorama sobre o tema, confira 3 vantagens da terceirização e 3 desvantagens!

VANTAGENS

  • 1: redução no tempo de produção.

Ganhar tempo é o principal fator para a terceirização de serviços. Com contratações corretas, é possível criar um ambiente dinâmico de produção, com foco em melhores técnicas, tecnologia e eficiência.

  • 2: redução de gastos com pessoal.

A contratação de serviços terceirizados reduz significativamente a folha, mas as boas práticas requerem que o contratante garanta que as contratadas cumprem com os direitos trabalhistas.

  • 3: redução de custos.

Com a transferência de processos para empresas terceirizadas, dedicadas a cumpri-los com excelência, a consequência natural é que, além da redução do tempo de produção, a redução de custos como um todo também ocorra. Resultado: mais competitividade e mais tempo para investimento em áreas sensíveis. Com isso, o negócio está sempre à frente do mercado!

DESVANTAGENS

  • 1: terceirização ou precarização?

Não são poucos os casos de empresas que terceirizam a produção e caem na armadilha irreversível do trabalho em condições análogas à escravidão. Por isso, a terceirização deve ser feita de forma responsável e sob rígida fiscalização.

  • 2: insegurança jurídica.

Não há uma regulamentação propriamente dita para a contratação de serviços terceirizados no Brasil. Com isso, a chance da empresa enfrentar um passivo trabalhista é grande e há necessidade de um forte departamento jurídico para prevenir contratações que impliquem risco ao negócio.

  • 3: custo maior e baixa qualidade.

Terceirizar implica em uma certa dose de risco para a realização do processo. Muitas vezes, a contratação é benéfica para ambas as partes. Em outras, cria problemas atrás de problemas, como surpresas no custo final e qualidade abaixo do esperado.

Quando terceirizar?

A dinâmica superacelerada dos processos de inovação e tecnologia requerem olho clínico para avaliar o momento certo de terceirizar serviços. Se a indústria requer um novo passo e não há tempo ou pessoal para cumpri-lo, ouvir propostas de outros fornecedores, levando em consideração o planejamento e a estratégia do negócio, pode ser o ponto de partida para um salto qualitativo para a competitividade.

Fica a dica

Com planejamento e operações bem estruturadas, a sua empresa tem as ferramentas que precisa para pesar com precisão as vantagens e desvantagens da contratação de serviçøs terceirizados.

 

Quer saber mais? Fale com a Partner Consulting para o planejar e a estruturar as operações da sua empresa.

 

Fontes: CNI, Empreendedor digital

Receba nossa newsletter